A EMPRESA

A BOM FERRO COMERCIO DE FERRAGENS LTDA – ME é uma empresa que comercializa ferragens e ferramentas na cidade de Valença, interior da Bahia A empresa trabalha com todos os tipos de ferragens para construção e seu público alvo maior são os serralheiros.

O PROBLEMA

A empresa nasceu do sonho de um dos sócios e, mesmo sem muita experiência, conquistaram um crescimento notável em relação ao faturamento. A questão chave é que o mesmo crescimento não foi percebido no modelo de gestão da empresa, trazendo limitações aos novos desafios.

A empresa demonstrava necessidade em aumentar a estrutura do negócio e, para mitigar os riscos de sua gestão ineficiente, a BOM FERRO precisava verificar os controles necessários, os procedimentos padrões a serem seguidos e os indicadores essenciais para uma boa gestão, ou seja, precisava averiguar se apesar do crescimento, o negócio era viável.

Apesar da consciência de que a empresa precisava se profissionalizar, os sócios não tinham caixa para investir em uma consultoria e, quando reuniram esses recursos, optaram por buscar indicações em empresas de seu conhecimento.
A indicação da SRD Soluções em Gestão Organizacional partiu de uma empresa de grande reputação no mercado de vidros, localizada na cidade de Santo Antônio de Jesus, 77 km de Valença.

A SOLUÇÃO

O objetivo do trabalho inicial foi diagnosticar os pontos críticos de gestão em cada área da empresa e a partir daí elaborar ações e aplicar. Desta forma, foram analisados:

Analisar a área financeira
Verificar se os profissionais da área tem conhecimento especifico, se o sistema é utilizado de forma correta, se tem fluxo de caixa, DRE e Balanço, se separam custo de despesa, margem bruta, margem operacional e margem líquida, como é feito o controle do índice de inadimplência e identificar como as cobranças são registradas.

Analisar a área Comercial
Se existe um padrão de vendas, metas para os vendedores, monitoramento de vendas, pós vendas, cadastro de cliente e se é realizado um acompanhamento dos indicadores da área comercial como, por exemplo, índice de cobertura e índice de conversão.

Analisar a área Pessoas e Qualidade
Se existe um padrão de contratação, treinamento e demissão, qual índice de turnover, como controla entrada e saída de funcionários, quais os registros utilizados pelo setor e se tem plano de melhoria contínua.

Analisar a área Compras e Estoque
Qual a forma de controle de entrada e saída dos materiais, quem controla essa entrada e saída, qual o padrão de controle de validade e de avarias, qual o método de estocagem, como realiza a compra e onde registra, qual a forma de monitoramento dos fornecedores e quais os indicadores de gestão utilizados por essas áreas.

A IMPLANTAÇÃO

Diagnosticar o problema foi muito importante para saber quais as ações deveriam ser realizadas e assim quais seriam prioridades. Após o diagnóstico foram implantadas as ações previstas para cada setor, uma de cada vez, mas sempre envolvendo todos os setores de forma interliga. Após a implantação das ações, foram realizados treinamentos e auditorias, com objetivo de identificar a evolução da BOM FERRO na implantação.

No decorrer da implantação, os sócios perceberam que algumas demandas repassadas pela consultoria demoravam de ser implantadas devido à falta de qualificação da equipe de profissionais, trazendo novas necessidades de ajuste. Desta forma, a SRD Soluções em Gestão Organizacional agregou à consultoria um processo de coaching para cada sócio, abordando técnicas que os auxiliem na gestão e desenvolvimento de suas equipes, entre outros benefícios.

O RESULTADO

Hoje, a empresa tem um Mapa de Indicadores para cada área da empresa, tem todos os controles essenciais para a gestão de setor, tem seu padrão de rotina e realiza reuniões de análise crítica a cada mês para analisar os resultados e focar na melhoria contínua da gestão.

DEPOIMENTOS

“O trabalho foi bem importante para fundamentar decisões de grande relevância.” (Fábio – Sócio/Gerente)

“Não sei por que ainda não fazia essas análises no financeiro, hoje eu sei o que eu pago e o que eu recebo, assim sei o que posso gastar.” (Bruna Barreto – Gerente financeira)

Projetos mais recentes